sábado, 10 de setembro de 2011

O CAMINHO DE DEUS NO SEU SANTUÁRIO

Caminho de Deus  esta no santuário; Sal 77; 13
 O santuário foi estabelecido seus primeiros fundamentos no Éden. Após a queda dos primeiros pais houve o primeiro sacrifício. Afinal, desde o principio o cordeiro de Deus foi sacrificado em pró de quem não merecia outra chance. Um altar foi edificado por todos os patriarcas, e no principio um cordeiro foi sacrificado no jardim. O cordeiro foi sacrificado também para vestir Adão e Eva. "E sem derramamento de sangue não há remissão." Hebreus 9:22
 No livro de Apocalipse 13:08 apresenta a figura de Cristo como: " o Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo".
O santuário era um livro aberto a todos,  e mesmo  uma criança poderia entender o caráter de Deus através do seu ritual diário. O santuário parecia dizer: " Deixai os meninos, não vos estorveis de vir a mim, porque dos tais é o reino dos Céus". Mateus 19:14 
Um cordeiro sem culpa, era sacrificado por um pecador arrependido. Mas isto  somente era o começo de um longo trajeto de aprendizado. 
Hoje também o assunto do santuário nos apresenta o cordeiro de Deus, mas não somente isto, nos apresenta toda obra da redenção. Podemos aprender sobre a obra de interseção de Cristo, e seu juízo, assim como a restauração de todas as coisas. Na mensagem do santuário esta prefigurado a mensagem do evangelho. Mas devemos ter em mente que não basta entendermos os assuntos apresentados na mensagem do santuário, temos que permitir o principal de tudo, deixar Deus habitar no nosso meio.
 "E me farão um santuário, e habitarei no meio deles."  (Êxodo 25 : 8)


 
Por mais que seja importante os assuntos prefigurados neste santuário, se esquecermos a meta deste santuário, de nada vai valer todo o restante. O objetivo central do santuário é demostrar que Deus ainda quer estar em nosso meio, apesar de não merecermos a isto. Permitir a isto, pode fazer a mensagem, ter muito mais significado prático na caminhada para o Céu.
 
 Ao que vencer, eu farei coluna no templo de meu Deus onde jamais sairá. Apóc. 3:12
 
Todos os que permanecem na igreja de alguma forma fazem parte do santuário de Deus na terra
ou no céu. Tiago, Cefas, e João eram considerados como colunas; Gálatas 2:09. 
 
         Existe um simbolismo no que diz respeito o santuário, e o povo de Deus. Como lugares e acontecimentos; O anjo do Senhor desse: Tua semente possuirá a porta dos seus inimigos.
Gen. 2: 17 Como também disse falando do povo de Deus; Cresce para santuário dedicado a
o Senhor.  Efésios.  2:21
 
Mesmo para as nações é reservada parte do santuário de forma simbólica, ou profética.
A João foi dito; E deixa o átrio que está fora do Templo, não o meças; porque foi dado (separado) as nações
Apocalipse 11: 02. Nesta parte do santuário, era permitido a presença dos gentios, dali a diante era proibido ao ponto do transgressor ser morto, segundo o livro da lei do templo.
Você e eu poderia pensar: "Não seria preconceito para com os gentios esta ordenança de Deus, pelo  fato desta  lei  proibir a entrada de um gentil nas outras dependências do templo?" Mesmo  esta ordenança estava preparando o caminho para a profecia, no qual o anjo  anunciou a João: "deixa o átrio que esta fora do templo, não o meças; porque foi dado as nações."
O anjo estava apresentando a João, que  estava ansioso para saber o desfecho na história do povo de Deus, que estas medidas não pertence ao povo escolhido, a nação eleita, mas será separada para um poder gentil por 1260 anos. Foi a única parte do santuário que João não mediu, pois o próprio anjo declarou seus limites, evitando assim seu trabalho de medir. Segundo vejo ao analisar este evento, João estava medindo as dependências do santuário, desta forma ele estava representando uma forma de juízo ligado a cada uma das partes, assim como a atuação individual de cada setor, ou característico aplicável a cada uma das partes. O significado claro a este respeito, ainda temos muito que apreender.
No livro de Ezequiel foi ordenado ao profeta anotar as medidas do templo,  o anjo do Senhor media e apresentava a ele. "E disse-me o homem: Filho do homem, vê com os teus olhos, e ouve com os teus ouvidos, e põe no teu coração tudo quanto eu te fizer ver; porque para to mostrar foste tu aqui trazido; anuncia, pois, à casa de Israel tudo quanto vires". Ezequiel 40:04
A João foi-lhe permitido medir, enquanto isto,  a obra de Ezequiel ficou restrita a escrever as medidas mostradas pelo anjo. Poderíamos pensar: 'A João foi-lhe permitido medir pois ele  era um profeta do novo testamento, enquanto Ezequiel era um profeta do velho testamento.' Ou ainda pensar: 'Ezequiel representava um grupo de pessoas, e João representava outro grupo de pessoas.'
Bom quanto a este ponto, eu quero deixar claro, ainda que seja lógico apresentar desta, ou outra forma semelhante, ainda estamos longe de entender isto claramente.
O assunto do santuário é muito instrutivo para pessoas de qualquer idade, que tem pouca instrução
ou não, mas devemos ter e mente que tudo no santuário é de forma natural, e simples, a historia da
redenção.



 
 
Os que estão preparados para reconhecer a santidade, e a importância dos símbolos, ao verem
a sequência de eventos que representam, não verá apenas o local como um lugar de sacrifício,
mas verá um plano minuciosamente organizado por Deus, para instruí-lo sempre a respeito das coisas
passadas ou presentes; como também das futuras.

Podemos recordar de um evento simples em que Cristo curou alguém que o tocou.
 
Por ocasião da estadia de Cristo nesta Terra efetuou muitas curas, uma das mais marcantes para
muitos, é a da mulher que tinha seu problema de fluxo, tocou em Seus vestidos e foi curada, e
não é por acaso que Deus afirma: “Tudo que tocar na oferta de manjares será santo”. Levítico 6: 18.
Cristo é nossa oferta, e tem poder para nos fazer santos (separados). Como não teria poder para  curar a mulher que confiava no manjar de Deus? Quando Cristo foi tocado perguntou: Quem me tocou?

Ora ninguém poderia tocar no manjar, a não ser que deseja-se ser curada, alimentada, restaurada, transformada. Só podemos tocar pela fé em Cristo, buscando melhora, isto chamamos santificação. "Tudo que tocar,... será santo." Lev 6:18

Jesus não só a santificou, por ela comer suas palavras, mas a curou, por tê-Lo tocado com fé.  A fé foi  produzida pelo poder de Deus, foi motivada pelo mesmo poder. A palavra de Deus apresenta que "tudo que não é por fé é pecado". Romanos 14:24
 
A Ezequiel foi ordenado anotar, estar a par das medidas do templo, e entender o que isto significava, para que o povo também, pudesse  se envergonhar e medir o modelo do templo, e por fim, poder entender o significado.
 
No livro de Ezequiel é dito; (Tu filho do homem, mostra a casa de Israel este templo, para que
ela se envergonhe das suas iniquidades; e meça o modelo. Envergonhando-se eles de tudo
quanto praticaram, faze lhes saber a planta desta casa e o seu arranjo, as  suas saídas, e
suas entradas e todas as suas formas e todos os seus estatutos, todos os seus dispositivos
e todas as suas leis ; escreve isto na presença  para que observem todas as suas instituições
e todos os seus estatutos e os cumpram.) Ezequiel 43;10 ,11

Qual poderia ser  o resultado se o profeta, se mostra-se o que lhe foi mostrado no monte, e povo se arrepende-se ? O povo poderia medir o modelo, e entender o significado de todo conjunto do templo e o simbolismo de suas leis.
 
"Devemos ter algo em mente a significação da dispensação judaica não é ainda plenamente compreendida. Profundas e vastas verdades são prefiguradas em seus ritos e símbolos. O
evangelho é a chave que desvenda seus mistérios." Parábolas de Jesus pag. 133 PUBLICADO 1900
APROXIMADAMENTE
 
Aquele que se dispor a estudar as medidas do templo de Ezequiel, poderá notar que pouco
é dito a respeito de alguns pontos das atividades sacerdotais no templo. É comum se
demorar em explicar o simbolismo e rituais de partes especificas do santuário, seja do
templo de Salomão, seja de outros em que Deus especificou os trabalhos e medidas
e suas decorações.
Mas devemos cuidar no que diz respeito a dois pontos, o primeiro é que tudo a respeito do
santuário já esta esclarecido, o outro, é afirmar que não há um santuário no céu. Estes dois
conceitos devemos temer.

Deus disse a Ezequiel “põe no coração tudo quanto Eu te mostrar, porque para isto foste
 trazido para aqui”.
Alguns acreditam que Ezequiel estava sobre o monte Sião, mas ainda que isto seja correto, não era do monte Sião terrestre que era mostrado a ele. A medida ali mostrada era sim da Sião celestial. Não sei se de fato as medidas estão na escala equivalentes das medidas do santuário celestial, mas, tem muito a ensinar. 
 No livro de Ezequiel é apresentado que o sacerdote não deveria sair com suas vestes e 
utensílios fora do templo; pois este ato só seria possível no tempo correto em que Deus 
abençoaria a casa de Israel.
Este evento ocorrerá no final da expiação no céu, quando terminar a obra de
interseção em pró de cada pecador, Ele ira lançar nas câmeras laterais do santuário 
o incensário; e suas vestes em outra câmera. Quando Ele fizer troca da suas roupas ou trajes,  
podemos dizer que não haverá o tilintar das campainhas ou seja, não haverá sinal de intercessão 
em pró do pecador, como também após a troca das roupas. È um momento de aflição para 
todos os fieis. Haverá o silencio da intercessão, quando suas vestes com os sons da campainha 
ser deixada nas laterais do templo.
 
No livro PRIMEIRO ESCRITOS, esta escrito.
 
Ø  Jesus lançou o incensário, Primeiros Escritos  Pag. 281
 
Ø  Jesus usava campainhas sobre suas vestes
 
Ø  Vi então Jesus depor Suas vestes sacerdotais e envergar Seus mais régios trajes.
Pag. 279- 280 -281 Parábolas de Jesus
 
Ø  Demorou um momento no compartimento exterior do santuário celestial.
 
Ø  Colocou sobre Satanás os pecados ,Ap 20;01- 02 Primeiros Escrito  Pag. 280

Acompanhe as publicações deste blog, ele poderá mudar sua vida.
 
Visite este espaço. http://95tesesdosantuario.blogspot.com.br/2015/08/o-vizinho-do-amor.html




-----------------------------------
JOSE AP    - 10/09/2011     Contato:  jjcordeluz@hotmail.com