domingo, 18 de fevereiro de 2018

A HISTÓRIA DO CRISTIANISMO EM MEDIDAS



Este espaço tem publicações em linha de tempo com o objetivo de facilitar a memorização dos eventos religiosos do mundo. Além de apresentar que Deus tem as Suas medidas, e que Ele, não o homem esta no controle de todas as coisas.


"Quem lhe pôs as medidas, se é que o sabes? Ou quem estendeu sobre ela o cordel?"  (Jó 38 : 5)

Tudo que Deus criou tem medidas rebatidas, ou  repetidas. Teria a história religiosa do mundo medidas semelhantes? 
Quando olhamos para o ser humano vemos braços com medidas semelhantes, pernas da mesma forma, e quase todos os membros de um corpo tem suas unidades repetidas, com poucas exceções. Assim também é o tabernáculo ou Santuário que Deus ordenou construir.

As postagens deste espaço não irá conter mais a fontes das datas apresentadas, uma vez que tenho muito a publicar sobre este tema. Um outro motivo é que fica muito cansativo para o leitor que passa correndo por este espaço. As linhas de tempo tem as datas e informações dos acontecimentos  assim resolvi publicar de hoje em diante, somente as datas e eventos semelhantes da linha . Como tenho muito a apresentar sobre o tema, talvez assim, ficará mais fácil para o leitor. 
Quero ainda dizer que os temas apresentados aqui nas linhas do tempo são pesquisas ainda não concluídas, assim poderá ocorrer no futuro, mais informações adicionadas, como correções dos temas publicados. 
Também eventualmente farei comentários sobre os temas apresentados, pois a maioria das visitas desta pagina, advém de países que sua língua não é de origem latina. Se eu não fizer assim Estes amigos que visitam esta pagina terão mais dificuldades se  não encontrarem  nada escrito sobre as imagens, uma vez que a escritas das imagens não podem ser traduzidas. Agradeço a compreensão de todos.



(A saída para esta linha do tempo foi o ano 1053 quando Quando Miguel Cerulário se tornou patriarca de Constantinopla, no ano de 1043, deu início a uma campanha contra as Igrejas latinas na cidade de Constantinopla, ordenando o fechamento de todas em 1053, envolvendo-se na discussão teológica da natureza do Espírito Santo, questão que viria a assumir uma grande importância nos séculos seguintes."

Outro evento foi  o cisma de Photius no ocidente; o oriente preferiria chamá-lo do cisma de Nicolau); a questão dos dípticos em 1009; a tentativa de reconciliação em 1053.)

Quando foi ordenado o fechamento de todas igrejas latinas em Constantinopla, como também, a tentativa de reconciliação no cisma de Nicolau foi um momento importante para o cristianismo católico, seja de origem ortodoxa ou romana. Tenho esta data como base de muitas saídas para as medidas da história. 


Se não der para visualizar a imagens vc pode baixa-las. 





1509 * Nasce o Reformador Calvino. 
Calvino era francês e sua vinda a Genebra em 1536, aos 27 anos de idade, foi fruto de um acaso. Imbuído das idéias humanistas da Renascença e simpatizante das posições anti-papistas do frade alemão Martinho Lutero, ele era mal-visto na França católica do rei Francisco 1°. 
Sua primeira vinda à Suíça, em 1535, foi a Basiléia, cidade que já aderira à reforma protestante sob a influência de João Ecolampádio e Oswaldo Micônio. Calvino aí permaneceu durante cerca de um ano e aí escreveu a primeira versão, em latim, de sua Instituição da Religião Cristã, obra que se tornaria a referência teológica maior das igrejas reformadas "calvinistas" no mundo inteiro.
Foi por correspondência que redigiu a Confissão de Fé adotada pela Igreja Reformada da França, seu país natal. Pouco afeito a honras e a privilégios, Calvino morreu sem grande alarde em 1564, aos 55 anos, e foi enterrado em sepultura sem lápide e de localização hoje incerta.

1517 * Lutero reformador apresenta sua doutrina nas 95 teses. Inicia sua reforma na igreja.

1542 * 1° catecismo de Genebra sob a direção de Calvino .

1543 * Calvino convidado para O concílio dos 25 o convocou para cooperar na elaboração de uma nova ordem social para Genebra.

1999 * Declaração Conjunta  (Católico e Luterano)  sobre a Doutrina da Justificação -
31/10/1999

2000 * 2000  João Paulo  II reconheceu e pede  perdão por erros da Igreja
O primeiro pedido.

2000 papa pede perdão pelo holocausto judeu , ano do jubileu estabelecido pela igreja.

1453 *  Nasce  Lutero reformador da igreja. 

1484 *   Ulrico Zuínglio nasce em 1484   

1973 * 1973  Guerra de Yon kippur  

2007 * maio/2007  A Igreja Ortodoxa Russa do Patriarcado de Moscovo e a Igreja Ortodoxa Russa no Estrangeiro assinam na quinta-feira a Acta de União Canónica, pondo assim fim a uma das mais importantes cisões no seio dos cristãos ortodoxos russos.

2007 * A Igreja Ortodoxa Russa no Exílio está em plena comunhão com o Patriarcado de Moscou.  As paróquias que ela tinha no Brasil entraram em cisma em 2007 por serem contra essa comunhão. 




Como podemos notar a história tem medidas repetidas ou rebatidas como um projeto muito bem elaborado. Deus lhe dá o livre arbítrio de escolher de que lado você poderá estar, mas  nunca, quando irá nascer. Então procure crer em Deus pois as Suas medidas podem estar se cumprindo hoje, e de que lado você se encontra?

Deus tem dado testemunho de todas as formas para que ninguém desista no meio do caminho, não importa quão desonesto seja as pessoas a sua volta, confie em Deus sempre!

Atualização da postagem abaixo com esta nova linha postada hoje , 19/02/2018



1054 * Cisma da Igreja Ortodoxa de 1053 a 1054.

1509 * Nasce Calvino.  
A Aliança Reformada Mundial, sediada em Genebra, representa 75 milhões de cristãos que se reconhecem herdeiros de Calvino, dispersos em 107 países. Em termos de amplitude de expansão do protestantismo originário da reforma do séc.16 no mundo, só a Igreja Luterana se compara com a Igreja que se inspirou na obra de Calvino.

1510 * Lutero visita Roma e fica escandalizado com o nível espiritual que contempla na sede do catolicismo romano.

1043 * Calvino convidado para o concílio dos 25, o convocou para cooperar na elaboração de uma nova ordem social para Genebra. Firmando a CIDADE DE GENEBRA COMO UMA CIDADE PROTESTANTE.

1534 * Após a morte de Ulrico Zuínglio (1531), a continuação e o desenvolvimento do seu trabalho ficaram evidenciados em vários documentos confessionais procedentes de outras cidades suíças. Em Basiléia, onde a Reforma foi introduzida de modo um tanto tumultuado em 1529, o reformador João Ecolampádio, um amigo e fiel seguidor de Zuínglio, elaborou uma breve confissão de sua fé pessoal um mês antes de morrer, em 1531. Revisada, no ano seguinte, por seu sucessor, Osvaldo Miconius, outro amigo de Zuínglio e mais tarde de Calvino, ela foi adotada pelas autoridades locais em 1534 e dois anos depois pela cidade de Mühlhausen, na Alsácia. Os cidadãos dessas cidades a subscreveram sob juramento, abraçando-a como o seu credo oficial. É conhecida como a Primeira Confissão de Basiléia ou Confissão de Mühlhausen.


1535 *  Sua primeira vinda à Suíça, (Calvino) em 1535, foi a Basiléia, cidade que já aderira à reforma protestante sob a influência de João Ecolampádio e Oswaldo Micônio. Calvino aí permaneceu durante cerca de um ano e aí escreveu a primeira versão, em latim, de sua Instituição da Religião Cristã, 

1999 * Declaração Conjunta  (Catiolico e Luterano) sobre a Doutrina da Justificação -
31/10/1999

1999 * A adesão do Conselho Mundial Metodista – reunido em Seul, na Coréia do Sul, nos dias 20 a 24 de julho –, à Declaração Conjunta sobre a Doutrina da Justificação, assinada por católicos romanos e luteranos no ano de 1999, é considerada um marco para o movimento ecumênico na atualidade.

1999  * 24 de dezembro de 1999: O Papa abre a Porta Santa da Basílica de São Pedro, inaugurando assim o Jubileu do Ano 2000. 

1999 * 1999 - Assinatura de acordo histórico diminui distância entre católicos e luteranos.


1999 * 1999 - O papa João Paulo II pede perdão pela morte de Jan Huss, padre que foi considerado herege pela Inquisição.


1999 * Conselho Pontifício para a Promoção da Unidade dos Cristãos. Diálogo Católico-Pentecostal, São Paulo, Paulinas, 1999.


O Mundo parece estar se voltando a um grande despertamento e reavivamento da fé, mas desconfie disto, na verdade, tudo isto nada mais é que um ensaio. Ensaiar um despertamento não é na verdade um reavivamento. E não pense que para um reavivamento da fé necessitamos de ensaio. A história sempre deixara claro, em suas medidas, e eventos que, sempre você deve estar do lado certo de um movimento.
Pense nisto.



REFLITA.

Muitas pessoas as vezes perguntam a si mesmo, ou a outros, porque existiu Adolf Hitler o (alemão)?

Você acha que seria justo Deus não lhe conceder a oportunidade de escolher como viver?  DEUS LHE OFERECEU OPORTUNIDADE E TEMPO PARA QUE MUDASSE DE ATITUDE, E ISTO FOI JUSTO, ainda que não soube agir como governante da nação alemã nos concelhos de Deus. Ele pagará por isto também.

Deus estabelece reis e tira reis, o que Ele não faz, e tomar a decisão que cada um deve tomar quando é convidado ou possibilitado assumir  uma posição de responsabilidade. 

Quando a  Alemanha adotou o nazismo e suas diretrizes, estes haviam se condicionados a isto, de varias formas. Hoje o  anseio da maioria dos países cristãos é um grande libertador, mesmo que não seja Deus. E porque não dizer todos os países, esperam a mesma coisa?

JJCORDELUZ@HOTMAIL.COM


terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

CALVINO E JESUS E SUAS MEDIDAS REPETIDAS.

CALVINO E JESUS E SUAS MEDIDAS REPETIDAS.


Este material não tem como objetivo discutir sobre calendários ou eventos ou datas. Apenas apresentar as medidas semelhantes da história da igreja na Terra. Não é novidade para ninguém que, os especialistas na matéria  "calendários", nunca chegarão a um consenso sobre qual calendário seria o mais exato. Mesmo entre os judeus, existem tantas diferenças de datas para o mesmo evento, como você tem curiosidade em entender os mesmos.

Existem hoje muitas pessoas sinceras que estão querendo descobrir qual seria o calendário mais exato, mesmo entre os judeus e cristãos. Eu não vejo erro nos dados dos calendários, o que vejo, é medidas repetidas que podemos tirar lições.
Eu não estudo os eventos para descobrir qual seria o calendário de Deus, ou o inimigo. Eu trabalho para algo muito mais edificante, como: qual seria a lição tirada destas medidas, ou períodos?

O que me move ao estudo é a certeza que  partes do santuário tem aplicação para classes  da humanidade, segundo Apocalipse 11:1-3. Não sei na verdade como aplicar cada parte, mas posso tirar lições dos períodos da história da igreja na terra. E a principal lição, e´que Deus esta no controle de tudo, ainda que alguns lideres se sentem acima dEle.

Como disse Daniel:   "Então foi revelado o mistério a Daniel numa visão de noite; então Daniel louvou o Deus do céu.
Falou Daniel, dizendo: Seja bendito o nome de Deus de eternidade a eternidade, porque dele são a sabedoria e a força;
E ele muda os tempos e as estações; ele remove os reis e estabelece os reis; ele dá sabedoria aos sábios e conhecimento aos entendidos.
Ele revela o profundo e o escondido; conhece o que está em trevas, e com ele mora a luz." 
Daniel 2:19-22

A soberba humana pode surgir  por estar em um cargo de confiança, e as vezes se tornam  repulsivos, muitas vezes estes se esquecem que são criaturas e não Deus. E isto pode acontecer com qualquer pessoa, mesmo a um pai de família.  Então eu posso dizer com certeza que estes períodos da história poderá ajudar muito, a cada um de nós.

Existem outros que chegaram a conclusão que Deus não existe, e por contemplar uma aparente confusão e dificuldades espalhada neste Mundo passam a crer que o mundo é somente intriga. A estes também estas medidas repetidas  podem ser um alento, ou alerta, de que Deus, esta no controle de tudo, ainda que estes não compreendam a forma que Deus busca conduzir os grandes e pequenos eventos da humanidade.

Vamos a matéria.


"Quando Miguel Cerulário se tornou patriarca de Constantinopla, no ano de 1043, deu início a uma campanha contra as Igrejas latinas na cidade de Constantinopla, ordenando o fechamento de todas em 1053, envolvendo-se na discussão teológica da natureza do Espírito Santo, questão que viria a assumir uma grande importância nos séculos seguintes."

Nas matérias anteriorer  temos as referencias dos acontecimentos acima. Aqui farei alguns comentários.
https://adventmedidas.blogspot.com.br
https://adventmedidas.blogspot.com.br/2018/02/a-cidade-de-genebra-e-as-cidades-de.html

A saída para a formação do Estado do Vaticano se deu do ano 753-756 depois de Cristo, assim como 756 a 753 antes de Cristo temos a fundação do império romano.
Normalmente é apresentado que Roma foi fundada no ano 753 AC contudo a sua monarquia por volta do ano 756 antes de Cristo.

A saída para restauração de Jerusalém 457 levou a uma reforma e restauração do povo, assim como no ano 1053 depois de Cristo teve a saída para reforma ou restauração da fé da igreja ortodoxa.

"O ano  de  457  antes de  Cristo foi a  saída para 490 anos separados para o povo judeu, terminando no ano 34 depois de  Cristo com a Morte de Estevam."
http://biblia.com.br/perguntas-biblicas/daniel/por-que-o-ano-de-457-a-c-e-o-inicio-da-contagem-dos-490-anos-de-daniel-924-27/

0-1 Nascimento de Jesus e o inicio de seu ministério no ano 27 depois de Jesus nascer, apontado por João Batista o precursor de Cristo no trabalho de restauração.
1509 nascimento de Calvino e  sua chegada a Genebra por receber um convite para isto quanto tinha 27 anos.

Ano 34 saída para igreja judaica cristã, com o fim dos 490 anos separado. Com o final deste período a igreja judaica cristão ou primitiva, buscou se organizar socialmente por causa seu crescimento acentuado em Jerusalém. Já havia uma  base doutrinal  firmada. Existia grupos de Cristãos ligados a ao cristianismo judaico que discordava da reforma social.

1543 Saída para a reforma social em Genebra. Esta reforma buscava regulamentar as leis da cidade me conformidade com o conhecimento e padrão do cristianismo da época.  Já havia uma  base doutrinal  firmada. Existia grupos  ligados a reforma que discordava da reforma social.



http://adventmedidas.blogspot.com.br/2017/09/igreja-catolica-e-anglicanismo-x.html

https://adventmedidas.blogspot.com/b/post-preview?token=depfk2EBAAA.EwH-PGUfE3zrmejvK1wZetK-_sY5F7DSD6hrubXBNCA-SCMdBZtWeQdmzqIJr-Ivop5CGzrWQ_wQ13tkqwR_Vw.FgsvwRj_i6iFe4I-vo77yg&postId=4690451778015622711&type=POST

http://adventmedidas.blogspot.com.br/2018/02/a-cidade-de-genebra-e-as-cidades-de.html



TENHA UM BOM DIA!



sábado, 3 de fevereiro de 2018

A Cidade de Genebra, e As Cidades de Deus e Suas Medidas. 2300 anos

A CIDADES DE DEUS.

2300 anos de história  e  Genebra, Suíça.


Quando falamos em "cidade de Deus" algumas cidades podem vir a mente, para os judeus Jerusalém, para os ortodoxos Constantinopla do Oriente, para os católicos romanos o Vaticano em Roma no Ocidente. Para o movimento da reforma existiram cidades organizadas como a "Cidade de Deus".
Para um judeu Jerusalém  era a Cidade de Deus, e o objetivo de  Deus era ajunta-los para uma  reforma. O ultimo período separado para o israel de 490 anos saindo de 457 a C. terminou no ano 34 de nossa era.  A reforma desejada por Cristo era a mesma esperada por Calvino. 


CALVINO.

Sua primeira vinda à Suíça, em 1535, foi a Basiléia, cidade que já aderira à reforma protestante sob a influência de João Ecolampádio e Oswaldo Micônio. Calvino aí permaneceu durante cerca de um ano e aí escreveu a primeira versão, em latim, de sua Instituição da Religião Cristã, obra que se tornaria a referência teológica maior das igrejas reformadas "calvinistas" no mundo inteiro.Genebra era também conhecida como a "cidade dos concílios". Os membros desses concílios eram eleitos pelo povo e tinham a finalidade de exercer tanto o poder executivo quanto o legislativo e judiciário.Porém, não foi o apelo intimador de Farel o principal motivo que fez Calvino ficar em Genebra. De acordo com Alexander Ganoczy "Calvino não anuiu ao pedido de Farel até ele reconhecer a real situação de Genebra". O próprio Calvino, 28 anos após sua decisão de assumir o desafio Genebrense, escreveu: "Quando na primeira vez vi a esta igreja, ela era praticamente nada. Eles pregavam e isto era tudo. Eles procuravam por ídolos e os destruíam mas, não havia a menor reforma. Tudo estava em desordem". Calvino não era apenas um líder sensível e escrutinador das necessidades do seu contexto, ele era também um líder cujo preparo o habilitava a servir com probidade e capacidade."
Normalmente é apresentado que Roma foi fundada no ano 753 AC contudo a sua monarquia por volta do ano 756 antes de Cristo.
https://gabrielrosselloblog.wordpress.com/2016/12/12/historia-de-roma-en-10-minutos/
http://slideplayer.com.br/slide/40518/






Aqui não tenho como objetivo esgotar este assunto, apenas apresentar semelhanças de algumas cidades que no coração de grupos desejavam implantar como sede ou uma Cidades de Deus. 

Jesus olhando para Jerusalém disse:"Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas, e apedrejas os que te são enviados! quantas vezes quis eu ajuntar os teus filhos, como a galinha ajunta os seus pintos debaixo das asas, e tu não quiseste!"  (Mateus 23 : 37)

E este foi o mesmo espirito que se apossou  de  Calvino,   ele idealizou tornar Genebra a "cidade de Deus". 

Não quero com  isto dizer que Calvino era como Deus, mas se esforçou em fazer de Genebra um  grande centro reformador. Outros grandes homens haviam lançado a semente da reforma em Genebra, mas somente Calvino fez de Genebra, um grande centro do movimento reformatório. Assim como Jesus, Calvino se esforçou em executar uma obra que até hoje é sentida no cristianismo. Mesmo depois de 500 anos de reforma, as reformas implantadas por este reformador, ainda influencia o mundo cristão.

Visão dos historiadores.


"Calvino era francês e sua vinda a Genebra em 1536, aos 27 anos de idade, foi fruto de um acaso. Imbuído das ideias humanistas da Renascença e simpatizante das posições anti-papistas do frade alemão Martinho Lutero, ele era mal-visto na França católica do rei Francisco 1°."

"Para o reformador de Genebra não havia uma desassociação entre a vida cristã e a sua participação nos assuntos da comunidade. - O que necessita ficar bem entendido é que Calvino procurou estabelecer que a "Igreja e o estado deveriam estar livres para legislar na extensão da lei e controle, os dois governos deveriam assistir um ao outro", pois na sua concepção "política e a verdade espiritual são inseparáveis".
Um fato ocorrido em 1543 tornou decisiva a influência de Calvino na vida pública. O concílio dos 25 o convocou para cooperar na elaboração de uma nova ordem social para Genebra. -
André Biéler argumenta que dois aspectos principais se destacaram. 
Primeiro a liberdade civil passou a ter a sua restrição nos princípios do próprio evangelho, pois agora a lei estabelecia que cada cidadão faria "juramento de viver e de morrer para manter o evangelho e a liberdade da cidade". 
O segundo destaque é para a liderança, o magistrado, o príncipe ou conselheiro de uma democracia não pode ser indiferente a sua fidelidade à igreja. 
Tais posições apresentam um certo atrelamento do poder civil ao religioso.
Essa estrutura governamental idealizada e implementada em Genebra levou alguns estudiosos a caracterizar a proposta calvinista de governo como uma teocracia, onde a igreja estaria acima do estado
Contudo, a melhor avaliação, ao nosso ver, é a de Harkness ao dizer que "o que se diz da ‘teocracia' de Calvino é melhor propriamente dito ser chamado governo ‘bibliográfico'.
http://www.monergismo.com/textos/historia/calvino_genebra_sergio.htm

Talvez você esteja questionado o motivo de eu apresentar que Calvino desejava uma Cidade Estado Reformada.  Acontece que nada é por acaso como alguns historiadores imaginam ao estudar a história de Calvino, ele não foi a Genebra por um acaso. Você poderá entender isto vendo a imagem abaixo.


Quando contava 34 anos  de sua chegada a Genebra, em 1543 Calvino reorganiza uma nova ordem social para cidade,  dando a cidade um novo rumo. Assim como após o ano 34 de nossa era o cristianismo toma um novo rumo. 

Como já apresentei em matérias anteriores, a medida da história são muitas vezes rebatidas, e que estas tem ocorrências semelhantes e não iguais.
Assim como no ano 457 a C. ocorre uma saída para os 490 anos separado para o Israel, assim como já mencionei anteriormente, o ano 1053-4 foi uma saída para o mundo Cristão. 
Aqui não apresento que a profecia de Daniel 8:14 se repete, mas sim, suas medidas. A profecia apresentava um tempo especifico para uma purificação, e não tem uma aplicação profética no período apresentado acima, apenas suas medidas se repetem assim como as medidas de um templo é repetida. E já expliquei sobre isto em matérias anteriores.

"Quando Miguel Cerulário se tornou patriarca de Constantinopla, no ano de 1043, deu início a uma campanha contra as Igrejas latinas na cidade de Constantinopla, ordenando o fechamento de todas em 1053, envolvendo-se na discussão teológica da natureza do Espírito Santo, questão que viria a assumir uma grande importância nos séculos seguintes."
https://pt.wikipedia.org/wiki/Grande_Cisma





ORGANIZAÇÃO DA IGREJA ADVENTISTA.

De 1843 a 1844 foi a saída para  o grupo do advento como um grupo separado, dos grupos maior es existentes. (Igrejas)
"Com o passar do tempo, faz-se premente a existência duma organização. Em 1852, havia já 2000 membros, havia publicações editadas regularmente, era necessário definir regras de organização, era necessário credenciar os pastores. Há no entanto algumas resistências em adoptar um nome e uma organização. É preciso esperar até 1860, para ver ser adoptado em assembleia-geral, tida em Battle Creek o nome “Adventistas do Sétimo Dia” que definia este grupo de crentes. O nome Adventista, traduz a esperança do regresso de Jesus Cristo, do Sétimo Dia, porque em conformidade com a Bíblia, observam o sábado como dia de repouso semanal. Em 03 de Maio de 1861, registou-se a Associação Publicadora dos Adventistas do Sétimo Dia”, em Outubro do mesmo ano, a “Associação dos Adventistas do Sétimo Dia do Michigan” e finalmente em 1863 é fundada a Conferência Geral dos Adventistas do Sétimo Dia, que contava na altura 3500 adventistas, 30 pastores e 152 igrejas."
http://www.adventistas.org.pt/quem-somos/a-nossa-historia

756 AC. FUNDADA A MONARQUIA EM ROMA.

Normalmente é apresentado que Roma foi fundada no ano 753 AC contudo a sua monarquia por volta do ano 756 antes de Cristo.
https://gabrielrosselloblog.wordpress.com/2016/12/12/historia-de-roma-en-10-minutos/http://slideplayer.com.br/slide/40518/

Esta postagem sofrerá atualização assim que for possível. Todo conteudo deste blog é material de pesquisa não concluído.
Contato.
jjcordeluz@hotmail.com

sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

MEDIDAS DA IGREJA PRESBITERIANA.

  IGREJA PRESBITERIANA.



Um pouco da história da igreja Presbiteriana no Brasil.


Antes de  escrever  sobre as medidas da igreja presbiteriana, precisamos lembrar que a descoberta do Brasil foi alavancada por causa da necessidade da Europa comercializar especiarias da Índia.  No caso abaixo poderíamos perguntar: Por qual motivo a saída para o descobrimento do Brasil se deu 1453? 

O cristianismo no Brasil só teve sucesso  como a queda de Constantinopla, ou seja,  acredita-se que o brasil foi visitado, ou descoberto antes de 1500. O que levou a descobertas de novos territórios foi a dificuldade no comercio das especiarias, como também o enfraquecimento da IGREJA CATÓLICA por cauda dos movimentos reformatórios.  Os mercadores que traziam da Índia especiarias ficaram privados de passar na travessia entre a Europa e as índias, assim os países interessados buscando novas rotas de navegação acabaram chegando ao Brasil. Através de uma incílica o papa apoiava as descobertas de novas terras. 

Depois de 457 anos saindo do ano 1453 (Queda de Constantinopla), chegamos ao ano 1910.

Neste ano 1910  se deu um movimento ecumênico presbiteriano, que levaria ao desfecho conhecido hoje.
  
O movimento ecumênico havia surgido com a Conferência Missionária Mundial (1910), em Edimburgo, na Escócia, que deu origem ao Concílio Missionário Internacional (1921). 

Outros dois movimentos, “Vida e Trabalho” e “Fé e Ordem” se uniram para formar o Conselho Mundial de Igrejas (Utrecht, 1938; Amsterdã, 1948). Algumas das primeiras igrejas brasileiras a se filiarem a essa organização foram a metodista (1942), a luterana (1950), a episcopal (1965) e a Igreja Evangélica Pentecostal O Brasil Para Cristo (1968). A Igreja Presbiteriana do Brasil alcançou sua autonomia formal em 1888, com a criação do Sínodo Presbiteriano. Surgiu então uma crise no período 1892-1903 em torno das questões missionária, educativa e maçônica que resultou em divisão, surgindo a Igreja Presbiteriana Independente. 


Dois eventos significativos no início do século 20 foram a criação da Assembléia Geral (1910) e o estabelecimento de um plano de cooperação entre a igreja e as missões americanas, conhecido como Modus Operandi ou “Brazil Plan” (1917)As três ondas ou fases do pentecostalismo brasileiro foram as seguintes: (a) décadas de 1910-1940: chegada simultânea da Congregação Cristã no Brasil e da Assembléia de Deus, que dominaram o campo pentecostal por 40 anos;  décadas de 1950-1960: Congregação Cristã no Brasil: fundada pelo italiano Luigi Francescon (1866-1964). Radicado em Chicago, foi membro da Igreja Presbiteriana Italiana e aderiu ao pentecostalismo em 1907. Em 1910 (março-setembro) visitou o Brasil e iniciou as primeiras igrejas em Santo Antonio da Platina (PR) e São Paulo, entre imigrantes italianos. Veio 11 vezes ao Brasil até 1948. Em 1940, o movimento tinha 305 “casas de oração” e dez anos mais tarde 815.http://cpaj.mackenzie.br/historiadaigreja/pagina.php?id=284
As três ondas do pentecostalismo brasileiro: (a) Décadas 1910-1940: chegada simultânea da Congregação Cristã no Brasil e da Assembléia de Deus, que dominam o campo por 40 anos; (b) Décadas 1950-1960: campo pentecostal e se fragmenta, surgem novos grupos – Evangelho Quadrangular, Brasil Para Cristo, Deus é Amor e muitos outros (contexto paulista); (c) Anos 70 e 80: neopentecostalismo – Igreja Universal do Reino de Deus, Igreja Internacional da Graça de Deus e outras (contexto carioca)


1453 Queda de  Constantinopla.

 Finalmente, os mercadores árabes assumiram o transporte de mercadorias para a Europa, através do Levante e dos comerciantes venezianos, até que, em 1453, a queda de Constantinopla provocou novo bloqueio da rota de comércio - agora, pelos turcos otomanos - o que aumentaria o custo já elevado das especiarias.
https://pt.wikipedia.org/wiki/Rota_das_especiarias

Desta forma, as nações europeias iniciaram projetos para o estabelecimento de rotas comerciais alternativas. Portugueses e Espanhóis aproveitaram sua posição geográfica junto ao oceano Atlântico e à África para tentar um caminho ao redor deste continente para chegar à Índia (percurso percorrido com sucesso por Vasco da Gama entre 1497 e 1498). 

Já Cristóvão Colombo via uma possibilidade de chegar à Ásia pelo oeste, através do Oceano. Nesta empreitada, financiada pelos reis de Espanha, o navegador genovês alcançou, em 1492, o continente americano, dando início ao processo de ocupação do Novo Mundo.  Com as grandes navegações, os dois países, outrora sem muita expressão no cenário político europeu, se tornaram no século XVI os mais poderosos do mundo, estabelecendo uma nova ordem Mundial.
https://pt.wikipedia.org/wiki/Queda_de_Constantinopla

Novas técnicas de navegação e as riquezas da África já eram suficientes para atrair a cobiça de outros países. E a capacidade marítima de Portugal ganharia ainda mais importância por causa da queda de Constantinopla (1453) e a limitação do comércio com a Ásia. Lisboa tornou-se destino de cartógrafos, astrônomos e navegadores de toda a Europa, interessados em participar da corrida para as Índias – entre eles Cristóvão Colombo, que viveu ali nas décadas de 1470 e 80. Todos os “descobrimentos do Brasil”, até o oficial, foram um efeito colateral da busca pela rota para o Oriente.
https://guiadoestudante.abril.com.br/estudo/descubra-a-verdadeira-historia-sobre-o-descobrimento-do-brasil/Os ingleses fundaram missões para atuar na América do Sul: Help for Brazil (criada em 1892 por iniciativa de Sarah Kalley e outros), South American Evangelical Mission (Argentina) e Regions Beyond Missionary Union (Peru).  Após a Conferência de Edimburgo (1910), essas missões vieram a constituir a União Evangélica Sul-Americana – UESA (1911). Dos seus esforços, surgiu no Brasil a Igreja Cristã Evangélica. Igreja Presbiteriana  Em 1907, o Sínodo dividiu-se em dois (Norte e Sul) e em 1910 foi organizada a Assembléia Geral da Igreja Presbiteriana do Brasil.

A Igreja Presbiteriana do Brasil alcançou sua autonomia formal em 1888, com a criação do Sínodo Presbiteriano. Surgiu então uma crise no período 1892-1903 em torno das questões missionária, educativa e maçônica que resultou em divisão, surgindo a Igreja Presbiteriana Independente. Dois eventos significativos no início do século 20 foram a criação da Assembléia Geral (1910) e o estabelecimento de um plano de cooperação entre a igreja e as missões americanas, conhecido como Modus Operandi ou “Brazil Plan” (1917). Com a Constituição de 1937, a Assembléia Geral foi transformada em Supremo Concílio. Em 1955 surgiu o Conselho Interpresbiteriano, criado para gerir as relações da igreja com as missões americanas e com as juntas missionárias nos Estados Unidos.
http://cpaj.mackenzie.br/historiadaigreja/pagina.php?id=284



http://cpaj.mackenzie.br/historiadaigreja/pagina.php?id=284

História do metodismo no Brasil


Em 1835, o Reverendo Foutain Elliot Pitts foi enviado pela Igreja Metodista Episcopal, dos Estados Unidos, com a missão de avaliar as possibilidades do estabelecimento de uma missão metodista nas terras brasileiras. Chegando ao país com uma carta de recomendação do então presidente americano Andrew Jackson, o Rev. Pitts desembarcou no Rio de Janeiro. Mais tarde, em 1836 e 1837, foram enviados o Rev. Justin Spaulding e Rev. Daniel Parish Kidder, com suas respectivas famílias, para comporem a missão. Porém, essa missão é encerrada em 1841 por falta de recursos.[https://pt.wikipedia.org/wiki/Igreja_Metodista



João Knox e André Melville deram origem ao sistema presbiteriano de governo por ministros e leigos, numa série de concílios, em ordem ascendente, do Conselho local (governo da comunidade), Presbitérios (concílios regionais) e Assembleia Geral (sínodo nacional). Como os dirigentes desse sistema eclesiástico são presbíteros, o sistema se tomou conhecido por presbiterianismo. A primeira Igreja com o nome “Presbiteriana” apareceu na Escócia, quando o Parlamento aboliu o catolicismo e declarou este sistema como Igreja oficial da Escócia, há 400 anos. O governo presbiteriano da igreja deu origem ao sistema democrático-representativo no mundo todo.
Presbiterianismo é um dos diversos segmentos ou denominação religiosa protestante, derivado do calvinismo e também chamado de Igreja Presbiteriana ou Reformada. Se identifica como movimento religioso protestante ou como ideologia sociocultural com raízes na Reforma Protestante de Calvino em Genebra.
A Reforma do século 16 originou diversos grupos que constituem o protestantismo, o presbiterianismo é um desses e desde o século 16 tem se espalhado por toda parte como denominação cristã calvinista, com muitos seguidores de sua teologia e do sistema presbiteriano de administração da igreja. Na Europa Ocidental, os calvinistas foram chamados de presbiterianos (Escócia), de huguenotes (França), de puritanos (Inglaterra), reformados ou protestantes (Suíça, Holanda, Hungria).
O termo se refere às doutrinas e práticas das Igrejas Presbiterianas ou reformadas. Os nomes adotados por igrejas protestantes derivaram dos nomes de fundadores (luteranos, menonitas), convicções doutrinárias (batistas, metodistas, pentecostais) ou estruturas eclesiásticas e formas de governo (presbiterianos, episcopais, congregacionais).
O presbiterianismo tem raízes nos reformadores Ulrico Zwínglio (1484-1531) e João Calvino (1509-1564), seu principal líder e teólogo do movimento iniciado na Suíça. O nome Igreja Presbiteriana popularizou-se nas Ilhas Britânicas a partir do escocês João Knox (1514-1572), discípulo de Calvino e surgiram comunidades presbiterianas na Escócia, Irlanda e Inglaterra. A Assembleia de Westminster, do Parlamento Inglês (1643-1649), produziu a base doutrinal e padrões eclesiásticos fundamentais para os presbiterianos: Confissão de Fé de Westminster, Catecismos Maior e Menor. Escoceses e irlandeses levaram o presbiterianismo para os Estados Unidos (séculos 17-18) e, dos EUA, um grande movimento missionário protestante (século 19) levou igrejas presbiterianas a países do hemisfério sul. No Brasil, veio por intermédio do missionário presbiteriano Ashbel Green Simonton (1859).
https://www.infoescola.com/cristianismo/presbiterianismo/


1943 Consolidação da Igreja Presbiteriana de Portugal.
pg 484

https://books.google.com.br/books?id=XIM2iFQs2XgC&pg=PA484&lpg=PA484&dq=presbiterianos+1943&source=bl&ots=Wra-6-ItMt&sig=ye30LB-Ib821RoUqHeJx9LJ5FvU&hl=pt-BR&sa=X&ved=0ahUKEwjO28Pz1PbYAhUIE5AKHYa3DZIQ6AEIPzAE#v=onepage&q=presbiterianos%201943&f=false



Os primeiros pastores presbiterianos nacionais foram todos colportores quando ainda eram aspirantes ao ministério. No Nordeste, houve os discípulos do Rev. John R. Smith: João Batista de Lima, José Francisco Primênio da Silva e Belmiro de Araújo César. Referindo-se a Smith, Themudo Lessa afirmou: “De largo descortino como missionário, soube rodear-se de um corpo seleto de colportores-catequistas, que foram desbravando o terreno para a sementeira que se ia fazer. Eram homens de fé e de coragem, prontos a arrostar perseguições por amor da causa em que se empenhavam”.   No Sul, os primeiros candidatos ao ministério que trabalharam como colportores foram Antônio Bandeira Trajano, Miguel Gonçalves Torres, Antônio Pedro de Cerqueira Leite, João Ribeiro de Carvalho Braga e João Vieira Bizarro, entre outros. Belarmino Ferraz (1858-1943), que seria o primeiro pastor ordenado pela Igreja Presbiteriana Independente, foi companheiro de viagens do Rev. Dagama no interior de São Paulo.http://cpaj.mackenzie.br/historiadaigreja/pagina.php?id=236

Quando escavamos a história religiosa no Mundo, descobrimos evidências de que existe um Deus no controle de tudo. Assim como  arqueólogos escavam  terrenos  em busca de evidências, assim podemos encontrar na história as medidas de Deus, e a evidencia, que Ele esta  no controle de tudo. Assim como as descobertas de muitos arqueólogos não terá  a aceitação de todos, assim ocorrerá sempre com aqueles que se dedicarem a escavar a história de Deus  e de Seu povo, na história. Assim como existem arqueólogos que desvirtuam  as descobertas originais, e verdadeiras, da história do povo de Deus, para  uma fonte amarga, assim ocorrerá sempre com alguns que seu objetivo é exaltar-se, não exaltar Aquele que merece todo louvor!

Você poderá encontrar evidencias de Deus na história ou nos objetos descobertos pelos arqueólogos, mas nunca Deus neles. Esta é uma experiência única e particular que as coisas descobertas não podem proporcionar.

Pense nisto!




sábado, 20 de janeiro de 2018

MEDIDAS BUDISMO, CATOLICISMO E JUDAÍSMO.

OS TEMAS APRESENTADOS NESTE ESPAÇO ESTÃO EM DESENVOLVIMENTO. SÃO PESQUISAS INACABADAS.



Medidas da história religiosa budista e judaica cristã.

Este espaço tem como meta apresentar que Deus ainda que aparente inerte aos acontecimentos deste mundo, é supremo a tudo.  E que os homens que  imaginam estar acima de  Deus apenas  estão  em  uma posição de autoridade permitida por Ele, assim como esteve outros no passado, dentro de Suas medidas ou limites. Nós não temos a liberdade de nascer na ápoca ou família que queremos, mas podemos nascer e escolher de forma serviremos a Deus. 

"Quem lhe pôs as medidas ( a Terra ), se é que o sabes? Ou quem estendeu sobre ela o cordel?" 
(Jó 38 : 5)
"Tudo tem a sua ocasião própria e todo o propósito debaixo do céu tem o seu tempo".
(Ecle 3:1) 

Hoje falarei um pouco a respeito do Budismo, para deixar claro que mesmo outros movimentos religiosos também tem seus limites enquanto se desenrola as medidas do cristianismo.



Vamos inciar com o ano 543 antes de Cristo data do primeiro concilio budista  em Rajagaha.
Alguns registros históricos dizem que meses após o parinibbana do Buda (por volta de 544 a.C), durante o retiro das chuvas, reuniram-se cerca de quinhentos bhikkhus em Rajagaha (Rajgir) para o Primeiro Concílio Budista patrocinado pelo rei Ajatasatru de Magadha e presidido pelo venerável Maha Kassapa. Nesse concílio foram recitados os discursos do Buda ("Dhamma") pelo venerável Ananda de modo que constituiriam os suttas, por isso os suttas começam com a seguinte frase: "Assim ouvi";[1] enquanto que as regras monásticas ("Vinaya") foram recitadas pelo monge Upali
https://pt.wikipedia.org/wiki/Concílios_budistas

A morte de Buda. 543 AC.

Após a morte de Buda em 484 ou 543 a.C , ocorreu o Primeiro Concílio Budista, na cidade de Rajagrha, proposto por Kashyapa, discípulo de Buda, para reforçar os seus ensinamentos e as regras monásticas e para estipular princípios e práticas comuns para uma doutrina budista
https://www.google.com.br/search?newwindow=1&client=opera&biw=1360&bih=631&ei=rEdjWueOFoarwgTc2KIY&q=primeiro+concilio+budista+543&oq=primeiro+concilio+budista+543&gs_l=psy-ab.3...9596.9596.0.9987.1.1.0.0.0.0.183.183.0j1.1.0....0...1c.1.64.psy-ab..0.0.0....0.Fp9rjNy4ujY
http://www.bayaty.com/tag/buda/

budismo entraria no Japão no século VI (538 ou 552) D C

 Por via coreana, através da informação veiculada pelo rei de Kudara da Coreia ao soberano de Nara, relatando a excelência do budismo e os seus princípios, ao mesmo tempo que pedia ajuda para a luta contra o reino vizinho de Silla. Na sequência desta missiva, foi enviado um grupo 
composto por letra dos religiosos budistas ao Japão, os quais levavam vários rolos das Santas Escrituras redigidas em chinês, uma imagem de Buda em bronze e outras em madeira e diversos objetos de culto. 
Foi desta forma que o budismo entrou oficialmente no Japão. 
https://www.infopedia.pt/$budismo-no-japao


Segundo alguns cronologistas no ano 543 AC tem a morte de Buda. Ano também que o budismo chega a Índia, data em que se deu o primeiro concílio Budista. Comparando com o ano 1095 AC temos o inicio da monarquia Judaica. A eleição de Saul como rei veio pelo desejo humano de ter um rei visível diante deles. Tanto para o budismo foi uma nova saída como para o judaísmo.


As linhas do tempo apresentadas abaixo, são para comparações, não irei comentar sobre elas pois estes eventos já foram comentados em publicações anteriores.


Este espaço não é um lugar de curiosidades, mas um lugar de pesquisa. Não visa exaltar a mim, ou mesmo o leitor, mas exaltar aquEle que tem as medidas de tudo nas suas mãos.  Como despertar aqueles que deixaram de crer em Deus por falta de evidências  cientificas, ou históricas, e que se afastaram da palavra de Deus.
Eu não desejo despertar em você um espirito futurista, mas um espirito convicto de que nada é por acaso. Deus não teria todo este trabalho se não amasse você, eu, e outros.

O que me fez despertar para este tema esta escrito  no livro de Ezequiel.
 "E, havendo-me levado ali, eis que um homem cuja aparência era como a do bronze, tendo um cordel de linho na sua mão e uma cana de medir, e estava em pé na porta.
E disse-me o homem: Filho do homem, vê com os teus olhos, e ouve com os teus ouvidos, e põe no teu coração tudo quanto eu te fizer ver; porque para to mostrar foste tu aqui trazido; anuncia, pois, à casa de Israel tudo quanto vires." Ezequiel 40:03,04
Ezequiel havia contemplado detalhes e medidas de um templo, e seu cerimonial.  Então o Senhor disse a Ele.
Tu, pois, ó filho do homem, mostra à casa de Israel esta casa, para que se envergonhe das suas maldades, e meça o modelo.
E, envergonhando-se eles de tudo quanto fizeram, faze-lhes saber a forma desta casa, e a sua figura, e as suas saídas, e as suas entradas, e todas as suas formas, e todos os seus estatutos, todas as suas formas, e todas as suas leis; e escreve isto aos seus olhos, para que guardem toda a sua forma, e todos os seus estatutos, e os cumpram." Ezequiel 43:10, 11
Eu cheguei  a conclusão inicial, que ninguém iria se arrepender vendo medidas de um  templo, o seu cerimonial.
Deus não poderia  estar falando somente ao povo de israel, uma vez que notei que o  cristianismo  tem características e atitudes semelhante a israel. Tem períodos semelhantes, assim como as outras crenças separadas do contesto doutrinal  rais  do  cristianismo.
Note que dentro do cristianismo a única igreja que tem um projeto e crença pautada na "CASA" ou SANTUÁRIO é a Igreja Adventista do Sétimo Dia. Seu alicerce doutrinal esta pautado no assunto do santuário desde seu surgimento, não é um assunto esporádico, é a base da crença Adventista.
Note também que as medidas ou setores  do santuário não estava limitada somente a casa de  israel, e sua história, veja no  livro de Apocalipse.
  "E FOI-ME dada uma cana semelhante a uma vara; e chegou o anjo, e disse: Levanta-te, e mede o templo de Deus, e o altar, e os que nele adoram.
  E deixa o átrio que está fora do templo, e não o meças; porque foi dado às nações, e pisarão a cidade santa por quarenta e dois meses." Apocalipse 11:1-2
O átrio convertido em anos teria 42 meses ou 1260 anos. Foi dado, ou (concedido) as nações.

Para entender  ista  profecia um pouco melhor consulte este espaço.
http://www.revistaadventista.com.br/blog/2015/06/26/o-codigo-da-profecia/