sábado, 9 de setembro de 2017

IGREJA CATÓLICA E O ANGLICANISMO X MATRIMONIO

O MATRIMONIO.

O assunto do casamento sempre deu o que falar, no tempo de Noé, de Moises, assim como no tempo de Jesus. Este assunto  também seria um tema conflitante, ate´a volta de Jesus.
"Comiam, bebiam, casavam, e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, e veio o dilúvio, e os consumiu a todos."  (Lucas 17 : 27)

O casamento era uma prática natural. Em todas as épocas o casamento foi algo natural na vida dos seres humanos, assim este evento ficou como o símbolo do cotidiano da raça humana. Os pais desejavam que seus filhos se casassem, e tivessem filhos, muitos filhos. Os filhos da mesma forma desejavam seguir os passos de seus pais. Assim o casamento citado no texto, apresentava não somente um conflito, mas a naturalidade de  fazer algo do cotidiano na vida humana.

Timóteo foi muito claro a respeito das dificuldades relacionada ao futuro deste assunto.

"MAS o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios;
Pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência;
Proibindo o casamento, e ordenando a abstinência dos alimentos que Deus criou para os fiéis, e para os que conhecem a verdade, a fim de usarem deles com ações de graças;  I Timóteo 4:03

Casar ou não casar, separar ou não separar, sempre foi um tema que esteve ligado ao desejo egoísta de muitos seres humanos. A história apresenta  o conflito entre reis e clero  neste assunto. 




E vocês poderão notar que as medidas da história se repetem.
Nos sínodos de 1074 e 1075, numa ação claramente reformadora, Gregório VII renovou os decretos já existentes, contra a simonia, a investidura e o matrimônio dos eclesiásticos.

Conflito Entre Reis  Alemães e o clero. Um dos pontos em cheque era o Matrimônio e o  Poder. 

Campanha contra o nicolaitismo:
"Para o Papa, matrimônio e sacerdócio eram incompatíveis. Queria os soberanos envolvidos na luta contra os nicolaítas. Até aqui o celibato não era bem observado. Por exemplo: o Papa Nicolau I (858-867) era filho de um padre; Anastásio era filho de bispo. Adriano II (867-872) era Papa casado e teve uma filha que foi raptada por Anastácio (esse será o futuro Papa Anastácio III que governou a Igreja de 911 a 913).
Gregório VII afirmava tratar-se apenas de renovar uma antiga lei do celibato. Mas muitos Bispos da Alemanha não aceitavam esta imposição, por acharem que o celibato era antinatural e impossível. Com muita oposição, o Papa, aos poucos, vai impondo a lei do celibato. (cf. O Sacerdote e o Casamento, in COMBY, J., 139).


O imperador Henrique IV , que havia deposto o papa Gregório VII na dieta de Worms em 1076 e sido excomungado (iniciando a chamada luta pelas investiduras), obtém o perdão humilhando-se ao apresentar-se como penitente em no castelo de Canossa. Esta peregrinação a Canossa representa o fim da primazia do Império sobre o Papado.
Com Henrique IV se passa de uma reforma moral para uma institucional (legislativa). O problema mais sério era a Alemanha, onde os Bispos estavam muito unidos ao jovem rei (nascido em 1050, e em 1065 declarado maior) e recebiam dele muitos privilégios: muita terra, direito de comércio, cunhar dinheiros e cobrar pedágio. Henrique IV violou os direitos metropolitanos de Roma, elegendo dois Bispos alemães para a diocese de Roma (Espoleto e Fermo). Isso era uma provocação. Então o Papa ameaçou a excomunhão ao rei. Este ignorou e em janeiro convocou uma assembléia de Bispos alemães - Dieta de Worms, 1076 - que decide agir contra Gregório VII: 24 Bispos se declararam contra o Papa, e solidários com Henrique IV. A Dieta chama o Papa de “o falso monge Hildebrando”. O rei queria que o Papa deixasse a cátedra.
Em fevereiro de 1076, o Papa proclama a excomunhão de Henrique IV .e dispensa seus súditos do juramento de fidelidade ao rei. Por isso os príncipes alemães entraram em conflito com o Imperador. Nessa situação (como excomungado), não seria possível continuar no cargo. Ameaçam a fazer nova eleição (elegeriam Rodolfo), se no prazo de um ano, ele não se liberar da excomunhão. Os Príncipes estabeleceram essa reunião para fevereiro de 1077 (Dieta de Augusta). O Papa foi convidado para ser intermediário."
http://www.livred.info/sntese-i-m.html?page=6


O CASAMENTO EM 1533.

Um divorcio estava na  pauta ano 1533, desencadeia o desligamento da igreja da Inglaterra do seio Católico Romano no ano 1534.
http://noticias.r7.com/internacional/noticias/rei-henrique-8-rompeu-com-igreja-catolica-para-poder-se-divorciar-20990419.html?question=02009 


"A igreja Católica permite a volta de padres anglicanos ao seio católico 1909.

 Este evento só foi possível esta abertura por causa do conflito o matrimônio de homens e mulheres dadas a sexualidade não aceita por uma parte dos padres anglicanos.
Os bispos estão deixando a Igreja Anglicana por divergências quanto à ordenação de homossexuais e mulheres, o que contraria os sacerdotes mais tradicionais.
Na tentativa de abrigar os descontentes com a Igreja Anglicana, a Santa Sé autorizou a adesão dos bispos anglicanos ao catolicismo, apesar de alguns serem casados e pais de família.
Em decisão de 2009, o Vaticano havia dito que padres anglicanos casados que queiram se converter terão seus pedidos analisados, caso a caso. Mas advertiu que isso não significava uma mudança na condição de celibato entre seus padres.
A Conferência de Bispos Católicos britânica disse que fará uma plenária no mês que vem para discutir a ordenação dos cinco anglicanos, mas já lhes deu as boas-vindas."
http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2010/11/101108_bisposanglicanos_pai.shtml


Existem outras  referencias sobre esta matéria em publicações anteriores. Como o que ocorreu no ano 457 aC e outras datas aqui não apresentadas em detalhes o seu desenrolar. 


Estes temas podem ser reeditados no futuro, pois nenhuma destas matérias postadas estão completas, ou concluídas. Conforme vou estudando estes assuntos ou medidas, estas se tornam mais claras na mente, assim vou corrigindo ou ampliando, assim por vezes é necessário a reedição..

Tenha um bom dia.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço desde já pelo seu comentário, positivo ou critico.